Liliane Prata

Confira “Eu Odeio Te Amar”, meu livro mais recente

    

BIOGRAFIA

Meu nome é Liliane Prata, nasci em 20 de outubro de 1980 numa pequena cidade de Minas chamada Formiga, cresci em Belo Horizonte, moro em São Paulo e vivo de escrever.

Sou formada em jornalismo pela UFMG e em filosofia pela USP. Por 8 anos, fui colunista da revista Capricho. Nesse período, publiquei, pela editora Nobel, os livros infantojuvenis O Diário de Débora 1 e 2, que venderam, juntos, cerca de 150 mil exemplares. Também lancei pela Nobel o romance Uma Bebida e um Amor sem Gelo, Por Favor. Em 2013 e 2014, lancei três livros pela editora Planeta: o juvenil O Novo Mundo de Muriel e os adultos Três Viúvas e Sem Rumo. Meu livro mais recente é o Eu Odeio te Amar, que saiu pela Gutenberg em 2015. Desde o fim de 2010, sou agenciada pela Página da Cultura.

Atualmente, trabalho como editora de comportamento da revista CLAUDIA, mantenho meu canal no YouTube com vídeos que trazem reflexões sobre assuntos variados, e publico semanalmente uma crônica no site da CLAUDIA.

LIVROS

Eu Odeio te Amar

"Lili é multifacetada como autora, e sua protagonista também. O texto de Eu Odeio te Amar é divertido e leve, mas também instigante e surpreendente."
Dani Calabresa, humorista

Sem Rumo

"Os fãs de um bom thriller psicológico vão adorar Sem Rumo. O livro tem trechos pesados e angustiantes, o que poderia talvez ser uma leitura difícil, mas acaba não sendo por conta da escrita louca e viciante de Liliane Prata."
Papel Pop

Três Viúvas

"Três Viúvas, apesar de ser triste, repleto de perdas e solidão, é um romance de leitura leve e fácil, extremamente envolvente."
Carlos Herculano Lopes, escritor, em O Estado de Minas

O Novo Mundo de Muriel

"Queria ter publicado este livro na época em que eu era diretora de redação da Capricho! É uma história deliciosa, esperta, com uma protagonista adorável e um enredo cheio de surpresas."
Tatiana Schibuola, diretora de redação da revista Claudia

Uma Bebida e um Amor, sem Gelo, Por Favor

"Um romance sobre uma garota bissexual que 'gruda', a gente não consegue parar de ler. Divertido e cheio de vida!"
Laura Bacellar, do site escrevaseulivro.com.br

O Diário de Débora 1 e 2

"O que dizer de O Diário de Débora? É o livro da minha adolescência e de tantas leitoras! Na época, Lili era colunista da Capricho e eu amava suas colunas. Guardo com muito carinho na lembrança esse livro."
Cintia Freitas, do canal Cintia Disse

TEXTOS

Somos todos corruptíveis

Crônica publicada no site da revista CLAUDIA O poder corrompe, ouço alguém dizendo no bar quando estou a caminho da padaria, alguém bêbado, mas poderia ser alguém sóbrio, não é preciso estar bêbado para se dar conta de que o poder corrompe, pelo contrário, os sóbrios também estão cientes e também estão corrompidos. O...

Eu não sabia que era possível amar um gato

Crônica publicada no site da revista CLAUDIA Todo mundo já sabia como era bom ter um animal de estimação, mas eu só fui descobrir isso agora, aos 36 anos. A mãe de uma colega aqui de CLAUDIA tinha castrado uma gata de rua e perguntou se alguém queria. Há um bom tempo, minha filha,...

Valeu a pena ter vindo

Crônica publicada no site da revista CLAUDIA Valeu a pena ter vindo, ela pensou ali, deitada, era muito cedo, ela não sabia as horas, mas era muito cedo, ele ainda dormia, e ela não queria pensar, mas pensava, é claro, é tanta coisa para se pensar o tempo todo que ela acabou pescando esta...

Vídeos

CONTATO

Please fill in all of the required fields