Aquela rua

Eu devia ter uns oito anos quando meu pai se mudou para aquela rua. Não seria por muito tempo. A ideia era passar alguns meses naquele antigo sobrado até que terminasse a reforma do apartamento novo. Então fomos eu, meu pai, meu irmão e nosso cachorrinho, um husk siberiano lindo, branco e preto, de olhos […]

Como nossos pais

Quando eu tinha uns treze, catorze anos, meu pai vivia me botando para ouvir as músicas de que ele gostava. Maria Bethânia. Gal Costa. Nara Leão. Elis Regina. Chico Buarque. Eu detestava. Principalmente Chico Buarque. “Com essa voz, como esse cara pode ser cantor?” , cheguei a perguntar uma vez, do alto da minha indignação […]