Para sempre Caio e Fernanda

Crônica publicada no site da CLAUDIA

Na cama, pós-coito.

FERNANDA
Já te falei que tô apaixonada por você?

CAIO
Já. Mas fala de novo.

FERNANDA
Tô. Apaixonada. Por. Você. Muito. Como nunca estive antes! Quer dizer, como já estive antes, muitas vezes, afinal, tenho 32 anos, mas você entendeu.

CAIO
Claro, eu também me sinto da mesma forma, Fê. Aliás, tava pensando aqui… Acho até que já tá na hora, sabia?

FERNANDA
Eu ia falar isso!!! Mas me deu uma insegurança, sei lá…

CAIO
Ah, tá tão bom, tá tão gostoso… Não tá? Então por que não estragar logo, quer dizer, por que não assinar logo?

FERNANDA
Sim, sim! Tenho uma cópia aqui do que assinei com meu ex, já tinha deixado impressa pro próximo. Quer dizer, se você não ficar chateado…

CAIO
Fico não! A gente dá uma mexida pra ficar do nosso jeitinho, pega lá, pega lá.

Ela se levantou, nua. Andou até o escritório, voltou com três papéis grampeados e uma caneta. Na capa, lia-se: CONTRATO DE CASTRAÇÃO MÚTUA.
CAIO
Porra, deu até uma emoção agora, faz tempo que assinei um desse.

FERNANDA
Item número 1: cortar toda e qualquer relação com os ex. Ex bom é ex morto!

CAIO
Começou bem básico, né, haha! Esse é óbvio!

FERNANDA
Avisar um para o outro toda vez que sair com os amigos. Mantemos?

CAIO
Claro, né! Mas escreve aí “antes”. Avisar para o outro que vai sair antes de sair, que já tive problema com isso.

FERNANDA
Beleza. Concordo. Mantemos os itens 2.1, 2.2, 2.3, tudo, né?

CAIO
Deixa eu ver, deixa eu ver… Em caso de saída com amigos, não voltar tarde, não chegar bêbado, deixar o celular em cima da mesa o tempo todo, não dar carona para amigo do sexo oposto, só sair com amigo do sexo oposto se tiver outros amigos do mesmo sexo junto, rever essa cláusula em caso de mudança de orientação sexual… Beleza!

FERNANDA
Não rir demais nem muito alto quando se está conversando com amigo do sexo oposto: esse item é importante.

CAIO
No meu último contrato, especificamos os decibéis da risada. Mas acho que não precisa, né? Tava querendo agora uma coisa mais livre, mais solta.

FERNANDA
Também acho, que inferno seu último contrato, credo! Vamos deixar assim, sem decibéis. Mas não vale jogar a cabeça pra trás quando ri, isso acho importante botar.

CAIO
Concordo, bota aí!

FERNANDA
Agora sobre as mensagens! Nunca demorar mais de uma hora para responder uma mensagem.

CAIO
Esse acho complicado. Porque, veja bem. Aguento esperar uma hora, desde que a pessoa não esteja online. Porque aí…

FERNANDA
Concordo tantooo! Me dá a caneta, me dá a caneta. Pode demorar até uma hora para responder desde que esteja offline.

CAIO
Isso, entrou, respondeu. E sempre avisar quando chegou em casa! E sempre mandar boa noite antes de dormir.

FERNANDA
Claro! Mesmo se estiver sem vontade.

CAIO
Mesmo se estiver sem vontade. “Te amo”, “te adoro”, tudo tem que ser repetido com vontade ou sem vontade, falou uma vez, tem que falar sempre.

FERNANDA
Perfeito. E se um falar, o outro tem que falar também.

CAIO
Claro, né.

FERNANDA
Aliás… Se um dia você falar de um jeito não muito carinhoso comigo… Tudo bem eu ficar “estranha”, né?

CAIO
Isso é muito importante no contrato. Temos, nós dois, assegurado o direito de ficar “estranho” por qualquer coisinha. Não existem coisas pequenas quando estamos defendendo nosso direito de ficar estranho!

FERNANDA
Isso! E o outro tem que ficar tentando descobrir o que a gente tem e mimando a gente até a gente não ficar mais estranho. Acrescentei aqui! Agora, sobre curtidas: não curtir o que não gostaria que o outro curtisse. Ih, esse tá sem muitos detalhes, hein! Vamos pensar aqui os itens?

CAIO
Vamos! Ó: você não pode curtir selfie de amigo, foto de homem sem roupa, desenho de homem sem roupa, colagem de homem sem roupa, paisagem com um espelho ao fundo onde se enxerga um pedaço do reflexo de um homem sem roupa… Não pode curtir foto antiga de ninguém, e não pode ficar postando selfie demais, senão vou pensar que você tá fazendo isso pra receber elogios de outros caras por inbox.

FERNANDA
Esse ponto é delicado, gato. Eu e meu ex fomos bem radicais… Dá uma olhada no próximo item.

CAIO
“Todo elogio/gracinha/papinho inbox deve ser deixado no vácuo e, em caso de reincidência, o emissor do elogio/gracinha/papinho deve ser bloqueado num prazo máximo de 15 minutos”. Wow!!!

FERNANDA
Peguei pesado, né?

CAIO
Sim, eu e minha ex dávamos 24 horas de prazo.
FERNANDA
Muita coisa! A tendência é acabar pensando besteira nesse período.
CAIO
Verdade. Vamos manter os 15 minutos.

FERNANDA
Agora é o de sempre… Viagens: só a trabalho ou um com o outro. Ficar muito feliz nos momentos solitários: evitar. Cursos: não fazer nada interessante demais/que seja frequentado por gente interessante demais/aliás, evitar conversar com gente interessante demais. Sobre interesses em geral: ir diminuindo o leque, diminuindo, diminuindo, até que a gente comece a conversar sempre sobre as mesmas coisas e dê um pequeno salto assustado quando o outro vier com alguma ideia diferente.

CAIO
Acho muito importante esse item, porque, senão, que relacionamento é esse que a gente quer construir?

FERNANDA
Né? Em caso de briga, livre uso de frases ríspidas, xingamentos e ameaças; tolerância total ao tédio, falta de assunto e falta do que fazer; vitimização, chantagens emocionais e carência sem limites.

CAIO
Muita preocupação com o futuro, muito enaltecimento do passado, muito medo, muita previsibilidade, muitas obrigações sociais… E muita dedicação ao projeto de deixar nossos olhos opacos o mais rápido possível.

FERNANDA
Isso! Ai, não consigo nem pensar nesse dia. Quando olharmos um para o outro e encontrarmos nossos olhos opacos… Ai, amor…

CAIO
Me dá aqui sua mão, me dá sua mão…

FERNANDA
Aí a gente não vai mais querer trepar um com o outro.

CAIO
Aí, finalmente, estaremos prontos para ficar juntos para sempre.

Deixar comentário

Your email address will not be published.