A paixão dos inquietos

Antes de conhecer meu marido, toda vez que eu entrava em um relacionamento amoroso, eu já entrava bem ciente dessa história de que “a paixão dura dois anos”. Nem era preciso ler estudo científico nenhum para saber, por experiência, que é mais ou menos esse mesmo o limite de tempo dos apaixonados. Como todo mundo […]

O orgulho dos fracos e oprimidos

Hoje li uma coluna na Folha em que a autora contava que, na escola, era magrela, esquisita e sofria bullying. Lembrei de uma vez em que, assistindo a uma mesa com escritores, vi um dos debatedores discorrendo longamente sobre sua infância e juventude de outsider – ou simplesmente esquisitão. Não foram as únicas vezes em […]

Caso perdido

Minha mãe, já devo ter comentado aqui, é professora aposentada (assim como meu pai, aliás, mas a ideia deste texto partiu de um caso contado por ela). A vida toda, ela deu aula em duas escolas públicas de Belo Horizonte. Há algum tempo, numa conversa pelo telefone, ela comentou comigo uma história que a marcou. […]

Perdida em SP

Os motoristas não podem se perder em São Paulo. Faz algum tempo que percebi isso: quem dirige aqui tem que saber muito bem aonde vai, ainda mais em tempos de GPS. Moro aqui há nove anos e amo esta cidade, mas que eu não me perca por estas ruas: isso, ela não permite. Notei esse […]