O mistério

Entro na igreja vazia, vim só comprar os ingressos para a festa junina. Quando estou indo embora, vejo uma senhora ajoelhada, olhos fechados com força, terço apertado entre os dedos. Não queria me emocionar ao ver aquela senhora, mas me emociono. Volto para a casa lembrando da minha infância. Sou filha de uma católica fervorosa […]

A visita do vazio

Às vezes, sou visitada por um vazio que chega sem avisar e tira a graça das coisas. Devagarzinho, ele se acomoda ao meu lado e fica lá. Não é um  hóspede exclusivo: acho que todo mundo conhece esse vazio de que estou falando. Uns são mais íntimos dele, outros menos. Mas todos nós sabemos quem […]

O porta-retrato

Na infância, ele apanhou do pai muitas e muitas vezes. Se você perguntar para ele sobre isso, provavelmente ele vai virar os olhos, dizer uma generalidade qualquer, como “águas passadas” – ele usa muito essa expressão, “águas passadas” –, e então mudar de assunto. Mas, no fundo, ele sente. No fundo e no raso: quase […]

Amor guardado

Gostaram um do outro quase que imediatamente. Assim, sem explicação. Nunca se apaixonaram: um dia, descobriram que se amavam. Foi como se tivessem pegado um atalho agradável entre o desconhecer e o conhecer plenamente, sem passar pelo caminho espinhoso da paixão. Amavam-se, simplesmente. E era bom. Nunca se beijaram. Sabiam que se se beijassem iriam […]