Reencontro

download– Juliana! Não acredito.
– Sofia!! Nem me fale, querida! Quanto tempo faz?
– Dez anos! Nossa, que surpresa! Fazendo o quê aqui?
– Esperando o Gustavo. Bom que você vai revê-lo também!
– O Gus… O mesmo Gustavo? Aquele com quem você tinha terminado?
– Ele mesmo!
– Aquele que você quase foi à justiça porque não queria que ele te procurasse nunca mais!?
– Ele mesmo!!! Que legal que você lembra!
– Mas o que aconteceu com o Júlio?
– Que Júlio?
– Como que Júlio… Aquele por quem você se apaixonou loucamente logo depois do fim com o Gustavo!! Quando te vi pela última vez, ia fazer um mochilão no leste europeu com ele!
– Não fomos!
– Mas você tinha dito que ele entendia você como ninguém!
– Pois é, pra você ver!
– Mas… Você e o Gustavo não se casaram, né? Você sempre falou que jamais se casari…
– Casamos!
– Meu Deus, agora que vi essa aliança no seu dedo! Mas vocês não tiveram filhos, tiveram?
– Dois!
– Não pode ser, Ju. Você sempre disse que não queria ser mãe!
– O terceiro está a caminho!
– Não acredito. Estou falando com uma jornalista que é mãe de três filhos, então?
– Fisioterapeuta!

Pausa.

– Agora fala de você, Sofia! Da última vez que nos vimos, você estava entrando na faculdade de medicina, planejando abrir seu consultório e morar sozinha!
– Foi o que fiz. Já me formei, abri meu consultório e estou morando sozinha.
– Espera. Então estou falando com uma cardiologista?
– Cardiologista.
– A especialidade que você queria, desde o colégio!
– Pois é, pra você ver!
– Continua sem querer casar?
– Continuo.
– Continua com o sonho de adotar uma criança?
– Já adotei! Meu filho!
– Só falta você falar que aquele seu projeto…
– … de criar uma ONG? Eu ia falar sobre isso agora! Criei.

Pausa.

– Xi, o Gustavo tá buzinando ali, onde não pode parar! Deixar eu correr, outro dia vocês se veem!
– Tá! Prazer te rever!
– Prazer!

E as duas foram embora pensando: “Como tem gente estranha neste mundo…” 

 

Deixar comentário

Your email address will not be published.