A vida enfiada

Existe uma vida que se enfia nos cantos da mesmice. Uma vida por trás da vida. Mesmice é uma palavra bonita. Mas, se a vida pode ser entendida como renovação (e penso que pode, que deve, que a renovação é (uma das) essências da vida – basta pensar na planta e no bebê que crescem, […]

Sempre em busca de pipas

Outro dia, no metrô, vi um sujeito lendo O caçador de Pipas. Aquilo que me causou um certo estranhamento. Uma pessoa que lê O caçador de Pipas em 2013 me parece alguém que vai ler O Código Da Vinci na sequência e depois comer pipoca vendo O paciente Inglês. São livros (e filme) que fizeram […]

Adeus, alma gêmea

Duas amigas se encontraram num velório. Na lápide, lia-se: Aqui jaz a alma gêmea. – Você a conhecia? – a amiga 1 perguntou. – Não – respondeu a 2. – Quer dizer, pensei que a tivesse conhecido, anos atrás, mas era alarme falso. – Eu também! Mas continuo procurando por ela. – Como?! Você não […]

O que resta

1. Quando eu era criança, havia, no prédio onde uma tia minha morava, uma mulher que tinha um filho pequeno. Toda vez que eu passava a tarde na minha tia, ouvia, em algum momento, essa mulher gritando pela janela do apartamento dela. Eu olhava pela janela da minha tia e via a mulher agarrada à […]

Intimidade é uma merda?

Quando eu tinha quinze anos, minha mãe ficava revoltada quando me ouvia falando pelo telefone com meu novo namorado. É que, com ele, eu era uma Liliane, digamos, versão premium. Fofa, meiga, doce – até demais, já que, se não me falha a memória, eu o chamava de “leãozinho”, mas vou poupá-los desse tipo de […]

Amor?

M. estava saindo às pressas do supermercado, suando por causa do ar-condicionado “em manutenção”, segundo a placa improvisada, quando encontrou A. a caminho do estacionamento. Quanto tempo, como vai, bem, e você, eu também. – Você parece mesmo bem – M. acabou comentando, meio vacilante. – Quer dizer, da última vez que nos vimos… – […]

O colecionador de moedas

Terminou de ler o jornal, levantou-se e foi para o quarto. Era só fazer isso, levantar-se e continuar preenchendo o dia com ações como ir para o quarto, e tomar banho, e se vestir para ir ao trabalho, mas, em cima do criado-mudo, ele viu o envelope com a moeda dentro, o envelope ainda fechado, […]

O fim da história

Outro dia, uma amiga veio aqui em casa, começamos a conversar sobre literatura e acabei, meio a contragosto, emprestando um livro para ela (sim, sou essa pessoa chata que não gosta de emprestar livros. Ninguém devolve! Sei disso porque estou cheia de livro dos outros aqui em casa). Depois que emprestei, fiquei curiosa para saber […]

A maior parte do tempo

E então, a amiga perguntou por perguntar, apenas iniciando a conversa, e então, perguntou acendendo um cigarro, sem interrogação, e então, como vai a vida de casada. Vai bem, ela respondeu, vai bem, quer dizer, em alguns momentos é ótima, alguns poucos momentos não são tão bons, ainda não tivemos um instante realmente terrível. Mas […]