Estamos presos

Como muita gente, senti um mal-estar ao pensar nas condições sub-humanas a que são submetidos alguns costureiros que trabalham para a Zara. Isso foi hoje de manhã, tomando café, lendo a Folha – não sei por que espalharam por aí que jornal e café da manhã combinam. Lembrei do trabalho infantil associado à marca Nike, […]