Ela e as justificativas dela

Ela não queria ter filhos. Nunca quis ter. Nas duas vezes em que casou, deixou claro ao marido que não pretendia engravidar. Ela usava esse verbo, pretender, mas era só para não se mostrar muito inflexível. Porque não é que ela não pretendia: ela não teria filhos. Simples assim. Quer dizer, não tão simples. Porque […]

Duas vidas, duas abordagens terapêuticas

São dois primos, amigos meus, e sempre tiveram muita coisa em comum. Basicamente, insegurança e baixa auto-estima. Nunca foram muito com a cara de si mesmos e  acabavam se contentando com relacionamentos ruins, para descrever o problema como quem preenche o formulário de um hotel. Bem, os dois resolveram fazer terapia. Cada um com um […]

Sobre bandeiras e eleições

Há algum tempo, tenho pensado sobre essa pressa – essa tendência? – de marcarmos logo um X entre um grupo de opções dadas. Mesmo quando não tem ninguém nos apressando, quando podíamos pensar mais um pouco antes de marcar. Ou, mais ainda: mesmo quando não precisávamos marcar X nenhum. Preferimos silêncio ou agitação? Poucos ou […]

Essa tristeza sem motivo

Dia desses, eu estava sentada no sofá de casa, lendo, quieta, desprevenida, quando percebi que ela foi chegando, se aproximando devagarzinho, até que se acomodou, me abraçou e ficou. Não sei se você tem isso, talvez todos nós tenhamos, uns mais, uns menos – essa companhia inesperada de uma tristeza que vem sem avisar, sem […]

Simplesmente Feliz e Sâmia

Dia desses, lembrei-me da Sâmia, uma garotinha que estudou comigo quando eu tinha uns quatro ou cinco anos de idade. Era sexta-feira e eu estava em casa assistindo ao filme Simplesmente Feliz. Geralmente, escolho um filme ou pelas sugestões de amigos que têm o gosto parecido com o meu, ou pelas resenhas dos críticos de […]

Filosofia: começando a ler

Começar a conhecer um filósofo por meio de um comentador é um método desaconselhável por muitos professores. Afinal, o texto do comentador está todo mergulhado em suas interpretações, e, quando for ler o filósofo propriamente dito, você já vai olhá-lo com o filtro dos outros. No entanto, alguns textos de filósofos podem assustar quem começa […]

Sobre cinema e reflexão (ou: Uma apologia da história)

Na minha opinião, aquela velha divisão entre filmes para esquecer da vida e filmes para refletir é muito antipática. Os primeiros são os chamados filmes bobos, hollywoodianos, previsíveis, amarradinhos, cheio de atores bonitos, gran finale, de preferência feliz etc. Os últimos são os filmes cult, com mais profundidade do que orçamento, pontas soltas, finais nem […]

Não se julga um livro pela capa?

Outro dia, eu estava na Fnac da alameda Santos,  aqui perto de casa, namorando a coleção completa do Calvin, quando ouço o diálogo de duas amigas. Amiga um: olha esse livro, que lindo! Será que é bom? Amiga dois: pode até ser, mas ser lindo não tem nada a ver com isso, né? Não se […]