O ovo ou a galinha?

Domingo. Lá pelas quatro da tarde, eu estava estudando bem tranquila, quando meu pai me liga.
Eu: alô.
Pai: oi, filha! Tudo bom?
Eu: oi, pai! Tudo.
Pai: que voz é essa?
Eu: que voz?
Pai: voz de sono. Você estava dormindo?
Eu: não. Estava estudando.
Pai: mas você está com sono.
Eu (defendendo minha concentração nos estudos): Não! Estou lendo, estou com voz de quem está lendo, zero sono.
Pai: ah, tá. Depois a gente conversa mais, que vai começar o jogo.
Eu: tá bom, beijo.

Desligo o telefone, fecho o livro e capoto de sono.
Quando acordo, sentindo-me renovada, ligo para o meu irmão.

Eu: oi!
Rô: oi! Que voz de cansada é essa?
Eu: hum? Gente, qual é o problema do telefone de vocês? Minha voz está normal.
Rô: voz de cansada.
Eu: meu Deus.

Desligo um pouco depois e… resolvo deixar pra amanhã o frila que eu ia fazer hoje. Motivo: cansaço.

Agora, a pergunta é: meu pai e me irmão deduzem meu estado de espírito a partir da minha voz? Ou eu mudo meu estado de espírito a partir das constatações arbitrárias e loucas deles?

Na dúvida, vou dormir cedo hoje.

2 comments to “O ovo ou a galinha?”

Você pode deixar um comentário ou Trackback para esse texto.

  1. Sofia - 21 de março de 2010 at 21:13 Reply

    HAHAHAHA, adorei! Ai, ai, Lili, tava com saudades de ler seu blog!

  2. Henrique - 10 de agosto de 2015 at 8:59 Reply

    Como não amar Liliane Prata ?? Kkkkkk <3

Deixar comentário

Your email address will not be published.