Sobre o queijo quente

Eu não sei bem o que me levou a pensar isso, mas o fato é que, por muitos anos, achei que determinados alimentos não fizessem mal. Mesmo se consumidos estragados. Mesmo se a data de validade tivesse sido 5 de setembro de 5 anos anteriores. É como se eles fossem blindados contra o tempo. Não sei explicar. O caso é que essa minha lista de comida blindada envolvia os seguintes itens:

Pão
Biscoito
Queijo
Manteiga/margarina
Chocolate
Achocolatado em pó
Leite
Etc

Alguns desses itens, velhos ou novos, continuam mais ou menos a mesma coisa. Exemplo: pão (se tiver alguma parte azul ou verde, é só se livrar dela. Mas lembrando: essa parte também é inofensiva, já que os alimentos da minha lista são 100% blindados). Outros itens têm seu sabor bastante alterado. Exemplo: leite. Mas a experiência sempre me mostrou que, colocando bastante Ovomaltine, um pouco de açúcar e mexendo bem, aquele leitinho que venceu meses atrás fica praticamente igual ao que acabou de ser tirado da vaca.

Bom. Eu pensava isso tudo até ontem, quando…

Era uma manhã comum. Acordei, lavei o rosto e fui à cozinha ver o que tinha de bom. Tinha pão: oba! Abri a geladeira e tinha queijo. Perfeito! Porém, ao partir o queijo, um cheiro fortíssimo invadiu a cozinha. Cheiro de ovo misturado com chulé, não sei. Aquele queijo devia estar na geladeira há semanas. MAS, como o queijo faz parte da minha lista de alimentos comestíveis para todo o sempre, pensei: vai ser só colocar o queijo no pão, o pão na sanduicheira e pimba: depois de quentinho, vai ficar ótimo.

Beleza. Queijo quente, derretido e praticamente inodoro. O sabor ótimo, quase igual ao de um queijo fresquinho. Comi o sanduíche, tomei um chá e fui trabalhar.

Duas horas depois, eu estava vendo tudo verde. VERDE. Fiquei zonza, trêmula e quase desmaiei. Aí minha barriga começou a fazer barulhos muito estranhos. Tomei água para ver se ela se acalmava, mas ainda fiquei me sentindo assim por um tempo.

Nada, nada prova que essa histeria verde estava relacionada com o queijo, mas não sei não. Fiquei meio traumatizada com minha lista. Talvez seja a hora de admitir que essas datas de validade que os fabricantes inventam têm alguma lógica.

Ou talvez seja a hora de simplesmente reconhecer que o item queijo não está à altura da minha lista.

Deixar comentário

Your email address will not be published.