Eu não sou médium

Semana passada, fui a um bar com alguns amigos. Como íamos direto do trabalho, deixei meu carro na Abril e fui de carona. Na volta, era só pegar carona até meu carro e pronto. Simples.

Mas acontece que, quando deu a hora de voltar, fui acometida por um pensamento forte e insistente: eu não deveria voltar para pegar meu carro. Eu deveria voltar para casa de táxi, ir trabalhar de ônibus e pegar meu carro no outro dia. Meu coração bateu forte, fiquei emocionada pela intuição e resolvi segui-la, me sentindo uma privilegiada por antecipar uma coisa ruim que aconteceria na minha vida.

Mas, no fim, fiquei com preguiça do trabalhão todo de pegar táxi, ônibus etc e acabei mudando de idéia. Ignorei minha intuição, peguei meu carro normalmente e o que aconteceu de ruim?  Nada. Isso me prova que eu preciso me esforçar para manter uma das resoluções que fiz este ano: tenho que me lembrar de que…

… eu não sou médium

Nem intuitiva. Eu gostaria de ser, mas não sou. Simples assim. O exemplo do carro foi apenas um entre mil. Eu sempre, sempre sou acometida por essa pseudo-intuição, e às vezes, resolvo segui-la. E não dá em nada. Às vezes, como no exemplo do carro, resolvo contrariá-la, e o que acontece? NADA.

Outros exemplos:

  • A campainha de casa tocou, eu fui abrir correndo, porque tive uma nítida e sobrenatural sensação de que era uma ótima notícia de alguém vindo de longe, mas o que era? O porteiro avisando que o alarme do meu carro tinha disparado e que era para eu descer e resolver isso.
  • Numa das últimas vezes que fui a BH, visitar minha família, tive a forte sensação de que não deveria pegar o avião, porque ele ia cair. Peguei mesmo assim, e o que aconteceu? Bem, nada.
  • Um amigo meu me disse, pelo msn, que tinha começado a namorar. Eu, que estava viajando com uma amiga, disse a ela: “Ele vai ter um filho com essa mulher este ano. Você vai ver”. Eles terminaram, ela não só não ficou grávida como se mudou para o México e isso já faz uns três anos.

Quando vou admitir que não sou médium? Quando vou começar a ignorar esses meus pressentimentos e continuar tomando meu suco normalmente? (no caso de eu estar tomando suco quando for acometida por um pressentimento).

P.S.: se você sempre tem intuições que funcionam, por favor, me explique como sabe que elas são intuições meeesmo, e não são fajutas como as minhas!

Has one comment to “Eu não sou médium”

Você pode deixar um comentário ou Trackback para esse texto.

  1. Ariana Leite - 22 de março de 2011 at 10:31 Reply

    Eu frequento um Centro Espirita, e sou voluntaria lá a mais ou menos 2 meses, e faço grupo de estudo uma vez por semana, em um dia desses de estudo, a Coordenadora, disse que TODOS presentes naquele dia tinham capacidade de incoporaçao, menos eu, nossa me senti muito mal, pq tbm queria ser medium! Acho que até estou sendo egoista agindo assim, mais era uma coisa que ia me fazer bem, mas tbm nao tenho muitos pressentimentos e quando tenho nao acontecem como previ, e isso me deixa desanimadinha, por que tbm queria ter meus sentidos aflorados…
    Abraços ;*

Deixar comentário

Your email address will not be published.