Uma distraída muito louca – Episódio 3: Quem? Eu?

Há algum tempo, eu estava conversando com um ex no msn e:
Ele: Eu queria te dizer uma coisa.
Eu: Diga.
Ele: A partir de amanhã, a gente não vai mais se falar pelo msn… porque eu vou te bloquear.
Eu: Hum? Por quê?
Ele: Sei lá, a gente se fala muito e eu sinto que ainda não tirei você da minha vida. Eu preciso te esquecer.

(Detalhe: foi ELE que terminou comigo. ELE. Eu chorei, eu disse que o amava, enfim, eu cumpri todo o protocolo das pessoas apaixonadas que levam um fora, mas ELE nem se importou.)

Ele: Vou te bloquear no orkut também. Vou te colocar na minha ignore list.
Eu: O orkut tem uma ignore list?
Ele: Tem. Bom, boa sorte na sua vida, tá? Agora é cada um para um lado. Tchau.
E pronto, ele saiu. Isso tem, sei lá, uns seis meses.

Ontem, navegando no orkut, fui deixar um scrap para ele. Não dava certo. Então tentei falar com ele no msn, mas ele não aparecia nunca. Então liguei para ele duas vezes, mas ele não atendeu. Então, liguei para uma amiga, dizendo: “Acredita que o ex tal me bloqueou no msn? E até no Orkut. O que eu fiz de errado? Eu me dou bem com todos os meus ex!”

Finalmente, consegui falar com ele, toda bravinha, e ele, claro, me lembrou calmamente que eu tinha concordado com todo o processo.

Enfim. É por essas e outras que não bloqueio ninguém na minha lista. Acho que duas horas depois de bloquear uma pessoa, eu ia me esquecer do motivo que me levou a bloqueá-la.

Deixar comentário

Your email address will not be published.