Tá tudo bem

Meu celular tocou agora e:
Eu (vendo o número do meu pai na bina): Pai, tá tudo bem.
Pai: esse é seu novo jeito de atender? “Tá tudo bem?”. Nem perguntei ainda…
Eu: Desculpa, pai, é que todo mundo tá ligando, perguntando se tá tudo bem… tá tudo bem, sim.
Pai (achando que eu me acho a popular): Você tá mal-humorada, filha? O que aconteceu?
Eu: Não tô mal-humorada, tô tentando despreocupar você, só isso.
Pai: Bom, fico feliz que esteja tudo bem com você, depois a gente conversa então.
Eu: Tá bom.

Meia hora depois, meu pai me liga e:
Pai: Filha, agora liguei a TV e vi que abriu uma cratera aí do lado do seu trabalho!!!
Filha: Ah, você só viu agora? Você ligou aquela hora pra quê, não foi pra isso?
Pai: Não, foi só pra conversar… mas me conta, filha, agora fiquei preocupado! Não é perigoso você trabalhar, não?
Eu: Não, pai… Tá tudo bem.

Deixar comentário

Your email address will not be published.