Sobre reuniões de condomínio (Ou: A roommate relapsa)

Como vocês sabem, há uns cinco meses moro com minha amiga Débora (essa frase também poderia ser escrita assim: “há cinco meses, fui despejada do flat onde eu morava e minha amiga Débora, que mora em um apartamento que pertence ao pai dela – que por sua vez mora em Bauru – me ofereceu abrigo. Não sei se ela sabe disso, mas não pretendo sair de lá tão cedo. Continuando). Bom. Quando me mudei pra lá, o combinado é que, depois de dois meses, nós sentaríamos para conversar sobre os pontos positivos e negativos da nossa convivência, e decidiríamos se eu continuaria lá ou não. A esse momento daríamos o pomposo nome de “reunião de condomínio das garotas do 21 A”.

Bom. Como eu disse, já estou lá há cinco meses e a reunião nunca aconteceu. Não que a Débora não queria. Ela vive me lembrando da bendita “reunião de condomínio das garotas do 21 A”. Mas vários motivos me levam a fugir dela:

1) A Débora vai alegar que eu deixo a tábua de passar estendida permanentemente (acho mais prático); que eu não ponho o lixo para fora (porque eu sei que ela põe), que eu não lavo louça (tenho preguiça…); que eu não varro a casa (nesse caso não é preguiça, é porque eu acho tão poético ver a Débora varrendo! De verdade); que eu espalho papéis de bala pela casa (ela me avisou semana passada que cada papel que ela encontrar, vai colocar na minha cama. Não vi sentido nenhum nisso, já que o trajeto papel de bala-cama provavelmente tem a mesma distância do trajeto papel de bala-lixo), etc.

2) Eu não tenho muita coisa pra reclamar. Tudo o que eu queria é que ela fizesse suco com mais freqüência (o suco que ela faz é muito bom) e que a gente tivesse faxineira semanalmente (a atual vai lá quinzenalmente).

E o principal:

3) Nós sempre combinamos que a reunião de condomínio teria bolo. E nem eu nem a Débora estamos com tempo para fazer bolo.

Enfim, falo aqui sobre a reunião, que parece que agora sai: marcamos para daqui a duas semanas.

(Naturalmente, se a farinha acabar ou algo do tipo, a reunião será novamente remarcada.)

Deixar comentário

Your email address will not be published.