Sobre apostas e viagens

Foi lá pelas nove da noite. O telefone tocou e:

Eu: Alô.
Menina: Oi, é a Débora?
Eu: Não, é a Liliane, eu moro com a Débora.
Menina: Oi, Lili, eu sou a Bianca, amiga da Débora. Ela tá aí?
Eu: Oi, Bianca! A Débora saiu.
Bianca: Que pena, queria chamar ela pra ir ao cinema comigo. Vamos comigo, Lili?
Eu: Hã?
Bianca: Vamos, vamos.
Eu (estranhando a insistência, já que nem conheço a Bianca): Hoje não, brigada, estou arrumando minhas coisas, vou viajar amanhã.
Bianca: Ah, você não quer ir mesmo… Ah, que pena… Não mesmo?
Eu (me sentindo bem querida): Não, obrigada por me chamar…
Bianca: Bom, de nada, vê se anima, beijo, tchau (voz desanimada).

Uma hora depois, a Débora chega.

Débora: Oi, Lili, alguém me ligou?
Eu: Sua amiga Bianca.
Débora: Ah, a Bianca, ela vai ao cinema com o Rafa… Olha que legal a aposta que eles fizeram: cada um tem que levar três pessoas ao cinema. Para cada pessoa que eles não levarem, eles vão pagar uma cerveja.

Ah, tá.

Deixar comentário

Your email address will not be published.