Sobre as recorrentes perguntas do meu pai

Quando meu pai e eu nos vemos, conversamos sobre muitas coisas – e antes, no meio ou depois dessas coisas, invariavelmente ele vem com estas três perguntas:

Pergunta 1
Que livros você está lendo?
(Meu pai é professor de literatura e não só pergunta o que ando lendo como faz perguntas de interpretação dos livros que ando lendo. Se eu estiver lendo apenas UM livro, ai de mim: ele lê vários livros ao mesmo tempo e espera que eu faça o mesmo.)

(Cara que ele faz se estou lendo um livro que ele acha ruim: cara de desgosto nível intermediário).

Pergunta 2
Você está fazendo exercícios?
(Meu pai corre cerca de 10 quilômetros diariamente, de segunda à sexta. Nos finais de semana, ele joga peteca e futebol. Eu, que não sou atleta como ele, faço meia hora de academia de segunda à sexta e absolutamente nada nos finais de semana, o que está ótimo para os meus padrões)

(Cara que ele faz quando digo que não tenho me exercitado: desgosto nível extremo. Lições sobre a lógica “Mente sã em corpo são” vêm em seguida.)

Pergunta 3
Você está feliz?
(Meu pai é uma das pessoas mais felizes que eu conheço. Mas ele fica extremamente infeliz quando estou infeliz, então só comento minha infelicidade com ele caso eu esteja miseravelmente infeliz, no estilo “estou perdendo três quilos por semana”).

Deixar comentário

Your email address will not be published.