Sobre a minha imaginação

Há uma hora eu estava com uma espinha de peixe entalada na minha garganta. Estava doendo muito e eu não sabia o que fazer. Liguei para meu namorado. Ele:
– Você não tá imaginando, não?
Indignada, liguei para a minha mãe. Ela:
– Ah, Lili, você não tá imaginando, não?
O que há com essas pessoas? “Vejam, eu sou a Lili. Eu imagino coisas. Semana passada eu imaginei que estava gripada e, alguns dias depois, parei de imaginar e ficou tudo bem.”

Deixar comentário

Your email address will not be published.