Saídas fáceis para constrangimentos caros

Já aconteceu de você entrar em uma loja, perguntar quanto custa uma peça que viu na vitrine e responderem um preço absurdo? Pois é. A última vez que isso aconteceu comigo foi semana passada na loja Clube Chocolate, de que eu nunca tinha ouvido falar (dã. Droga de falta de cultura de lojas caras). Mas tudo bem, eu não passo mais vergonha nessas horas, graças à técnica que desenvolvi especialmente para esses casos e que revelo no diálogo (real) abaixo.

Eu: por favor, quanto é esse casaco que está na vitrine?
Vendedora – 4.600 reais.
Eu (bem natural) – É lindo. Você tem dele lilás?
Vendedora – Lilás? Hum, lilás não tem.
Eu: puxa, que pena. Obrigada. (E saio da loja)

Observação: se ela tiver lilás, não sei o que você faz. Falar que tinha outro tom em mente pode ser uma.

Deixar comentário

Your email address will not be published.